Arquitetura Modernista em POA


Gente, o assunto começou lá no blog do Sergio, the-imagineer.casaemabkhazia
Então vou aproveitar o embalo e mostrar um imóvel  aqui bem pertinho da minha casa.
Faz uns 10 anos, sonhava em compra-la mas acabamos numa casa semi construida pela qual eu tenho um sentimento de amor e ódio equivalentes.Mas isso é assunto para outras postagens.

Residência do Arq. Edgar A. Graeff -  projeto de 1951. 
A principal singularidade desta residência consiste em assentar-se diretamente na rocha-viva do morro, com a topografia quase a comandar a composição dos espaços e a própria forma plástica externa.  
No nível térreo está a garagem, construída junto ao alinhamento do terreno; no piso superior organiza-se o estúdio, já recuado e sob o corpo principal da casa.
Dispondo-se num terceiro nível as demais dependências, com o setor intimo voltado para os fundos, a norte, e ligeiramente elevado em relação ao social, face ainda as imposições da topologia. A grande varanda que caracteriza a residência é batida pelos ventos frios do sul, mas se debruça sobre a bela paisagem do vale que abriga o arroio do Sabão e o bairro do Partenon, com o Morro da Policia erguendo-se na outra vertente. Daí a alvenaria quase cega da sala de estar a contrastar com a abertura plena da varanda, onde se acha belo painel de azulejo pintado por Petrucci e queimado pela cerâmica Luiza Prado.
Fonte: ARQUITETURA MODERNA EM PORTO ALEGRE- Alberto Xavier/Ivan Mizoguchi - Editora Pini 1987.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, vamos compartilhar ideias? Deixe seu comentário. Adoro falar com você!