Lace Hill na Armenia

Recebi comentário da minha amiga Arq. Deise Soares, do blog Arquitetando Ideias , dizendo: "Oi Sílvia, estou adorando seus posts pelo mundo afora!!!"

As cidades são os maiores atrativos ne!!!

Eu concordo, Deise, e me sinto instigada a mostrar para vocês  projetos novos ou prédios históricos pelo mundo. Assim podemos traçar comparativos com nossa realidade e ampliar nossa bagagem de conhecimentos, no meu caso arquitetura e tradução de textos em linguas por mim desconhecidas. 

Hoje, vamos até a Armenia ver um projeto que pretende ser parte da natureza , da cidade e da vida das pessoas que por ali passarem. Um projeto único, uma colina artificial.  O Lace Hill, projeto  criado pelo escritório de arquitetura americano Forrest Fulton.



O projeto com característica multifuncional, ou seja, uma edificação de uso misto com hotel, residências, escritórios, lojas, exposições, cinema, centro de saúde, estacionamento no sub solo, espaços verdes públicos, praças e terraços que totalizará 85 mil m²de área e pretende se destacar pela completa integração com o entorno, Monte Ararat na cidade de Yerevan na Armênia (veja localização no mapa abaixo).

fonte do mapa acima : internet
Abaixo imagens da cidade de Yerevan
 






Status do projeto:
Data: 2010
Concorrência International Business Center com um Hotel Intercontinental, em Yerevan.
Cliente: Motors Avangard, LLC
Projeto: Forrest Fulton Architectos
Equipe do Projeto: Fulton Jared, Andrew C. Bryant, Owens Derrick

Vejam na imagem abaixo (maquete), que existem aberturas,  no topo do edifício, que são responsáveis pela  circulação de ar,  agindo como um  mecanismo de refrigeração, permitindo também a passagem de luz natural.
Na estrutura que abriga escritórios, restaurantes, museus, cinema, hotel, academias e residências a iluminação  natural se faz sob forma indireta, ou seja, pela estrutura  "rendada".
Como já havia  dito o projeto tem como principal característica a integração com o entorno bem como valorizar a paisagem e permitir a comtemplação da histórica cidade.

Ao contrário de uma estrutura comum com uma vista simples  da cidade , o edificio/colina artificial encaminha os visitantes para um passeio aos  espaços vazios da torre que se abrem para o céu, luz, lagos, árvores e  morros que são considerados como   monumentos geográficos da Arménia.
A parte externa da colina artificial, coberta por um teto jardim (conjunto vegetal formado por plantas nativas irrigadas com água reciclada da própria edificação), age como um conjunto de observatórios (observe imagem abaixo), são como camarotes individuais para apreciar a paisagem.
Pedestres e ciclistas tem livre acesso aos espaços de uso comum.
Há ainda um estacionamento no sub-solo que permite o acesso a rodovia, que liga Lace Hill a outras cidades.
fonte das imagens do projeto: Forrest Fulton Architecture 
fonte do texto com tradução livre de arquiteturadoimovelarq: Forrest Fulton Architecture
Status do projeto: 2010 Concorrência para International Business Center com um Hotel
Cliente: Motors Avangard, LLC
Intercontinental, em Yerevan
Projeto: Forrest Fulton
Equipe do Projeto: Fulton Jared, Andrew C. Bryant, Owens Derrick

5 comentários:

  1. oi silvia!!
    acho muito louco esses projetos mega futuristicos, confesso que nao sao meus preferidos!
    mas devemos admitir..q sao criativos sao! rsrsrs

    bjus

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo comentário Silvia.
    Adoro listras por isso tive que colocá-las em alguma parede.

    Quanto ao seu post podemos ver que a arquitetura contemporânea vem vencendo todos os limites (estruturais, estéticos e conceituais). Concordo com a Deise, essa arquitetura não é a minha preferida, mas temos que reconhecer a capacidade de concepção de um projeto deste.

    Beijos e até mais ;)

    ResponderExcluir
  3. Deise,na faculdade teorizamos muito sobre o futuro da arquitetura portanto considero válidos esses projetos que tentam solução para nossos problemas mundiais, criando micro mundos habitáveis e auto sustentáveis.
    No texto não coloquei todo o processo de ações sustentáveis, proposto pela equipe de arquitetos porque iria ficar extenso demais.
    Considero, que as vezes,a solução de problemas vem de ideias pouco convencionais.Respeito tua opinião mas gostaria de ter clientes que apostassem em projetos mais ousados, dentro dos nossos parâmetros BR, é lógico.
    Bjs. Sílvia.

    ResponderExcluir
  4. Juliana, nas minhas pesquisas, sinto que a arquitetura está tomando rumos distintos mundo afora.
    Arquitetos de fora estão fazendo memoriais justificativos, de seus projetos, emocionalmente envolvidos e conscientes dos problemas globais portanto a tecnologia estrutural e complementar avança também nesse sentido.Me sinto feliz por estarmos conversando sobre isso!Bjs.Sílvia.

    ResponderExcluir
  5. Aí Silvia que legal, sou nova no curso de Design de Interiores, ainda não tem nada projetado! É um sonho!
    Bjs

    ResponderExcluir

Olá, vamos compartilhar ideias? Deixe seu comentário. Adoro falar com você!